Por Elizangela Jubanski

rapazdentroWagner trabalhava com eventos há 10 anos. Foto: Reprodução Facebook

Um dos sócios-proprietários da balada curitibana Purple Hills morreu durante este fim de semana fazendo uma trilha no Rio de Janeiro.  Wagner Piske, 28 anos, sofreu uma queda na trilha da Pedra da Gávea, localizada no Parque Nacional da Floresta da Tijuca, não resistiu aos ferimentos e morreu no local, antes da chegada do Corpo de Bombeiros.

De acordo com informações de amigos, Piske estava com a namorada na Pedra da Gávea na tarde de domingo (26)  quando sofreu a queda. Não há informações sobre o que, de fato, teria acontecido durante a trilha – se Piske escorregou e bateu a cabeça ou se ele teria sofrido uma queda.

Na rede social Facebook, milhares de amigos postam mensagens de adeus e conforto à família após o trágico episódio.

Piske era um dos donos da casa noturna Purple Hills, que fica no bairro São Francisco, e trabalhava com eventos há cerca de 10 anos. O velório  acontece no Parque Memorial da Vida, no bairro Jardim Ouro Fino, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O sepultamento está programado para a tarde desta quarta-feira.