Da Redação

A presidente Dilma Rousseff fez uma visita relâmpago à Arena da Baixada no final da tarde desta sexta-feira (9). Por cerca de 20 minutos, Dilma tirou fotos com autoridades, operários e demais pessoas que compareceram ao estádio. Durante toda a visita, a presidente vestia um cachecol do Atlético, que é o dono do estádio.

dilmaarena

Foto: Reprodução Twitter Portal da Copa

Em cerca de um ano e meio de reforma, passaram pela obra 5.532 trabalhadores, com 1.600 operários no pico da obra. O investimento total, segundo o Atlético, é de R$ 360 milhões, sendo R$ 247,5 milhões de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A primeira partida do Mundial na Arena da Baixada, que conta com 43 mil lugares, será entre Irã e Nigéria, no dia 16 de junho. O jogo é válido pelo Grupo F. No dia 20 de junho, Honduras e Equador duelam pelo Grupo E. A partida mais esperada na cidade é da atual campeã mundial, Espanha, contra a Austrália, no dia 23 de junho, válida pela terceira rodada do Grupo B. A capital paranaense encerra a participação no Mundial com o confronto entre Argélia x Rússia, no dia 26 de junho, válido pelo Grupo H.

Notícias Relacionadas:

Dilma lança edital de licitação do metrô e inclui obra do Contorno Sul no PAC

Servidores do HC retomam greve e protestam durante a visita de Dilma à Arena