Da Agência Brasil

Pelo menos 350 pessoas morreram hoje (2) na província de Badakhshan, a Nordeste do Afeganistão, em um deslizamento de terras provocado pelas chuvas, segundo a missão da Organização das Nações Unidas no país (Unama).

Em declarações ao canal de televisão afegão Tolo News, o governador da província, Shah Waliwallah Adib, admitiu que o número de mortos pode chegar a 2,5 mil, dizendo que mais de 300 casas ficaram soterradas.

De acordo com a Unama, os serviços da ONU são prestados em conjunto com as autoridades locais, para socorrer as vítimas soterradas. As forças internacionais da OTAN no Afeganistão também ajudam o Exército nas operações de resgate.

O deslizamento aconteceu em uma região pobre, localizada nas montanhas, fronteira com o Paquistão, a China e o Tajiquistão. O governador da província disse que centenas de pessoas foram retiradas da zona afetada e que, até o momento, oito pessoas foram resgatadas dos escombros.