O ortopedista Luiz Carlos Sobania, o médico intensivista Ilmar José Ramos Carneiro Leão e o médico e auditor Mário Lobato da Costa são os profissionais indicados pela Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba para atuar a partir desta quarta-feira (20) no Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. A equipe contará também com o médico Maurício Marcondes Ribas, indicado pelo Conselho Regional de Medicina.

A medida, decidida em conjunto com a direção do hospital, tem o objetivo de assegurar a continuidade do atendimento aos pacientes e apurar eventuais irregularidades ocorridas na instituição.

Sobania foi designado para coordenar o acompanhamento das condições de funcionamento do hospital. Ele é professor aposentado da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Foi diretor do Hospital de Crianças César Perneta (que hoje é o Hospital Pequeno Príncipe), diretor do Hospital de Clínicas da UFPR e diretor-técnico do Hospital do Trabalhador durante a idealização da instituição. Junto com o município de Curitiba, foi um dos criadores do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). Em 2002, ocupou a Secretaria de Estado da Saúde.
Carneiro Leão, que é coordenador do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) de Curitiba, fará o acompanhamento das condições de funcionamento da UTI do Evangélico.

A sindicância para apurar eventuais irregularidades ocorridas na UTI Geral do Hospital Evangélico será conduzida pelo médico Mário Lobato da Costa, queé auditor do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus), órgão do Ministério da Saúde, e está à disposição da Secretaria Municipal da Saúde.

O Conselho Regional de Medicina também designou o médico Maurício Marcondes Ribas, que é vice-presidente do CRM e funcionário da Secretaria Municipal de Saúde, para acompanhar os trabalhos.