Redação com SMCS

Os curitibanos poderão alugar bicicletas em diversas estações espalhadas pela cidade a partir de 2017. A Prefeitura de Curitiba e o consórcio BikeFácil assinaram nesta quinta-feira (22) o contrato do primeiro serviço público de empréstimo de bicicletas na capital paranaense. O sistema contará com 480 bicicletas e 43 estações localizadas na região central da cidade e em universidades.

“Este é mais um investimento da gestão na ciclomobilidade de Curitiba e um incentivo para o cidadão curitibano fazer seus deslocamentos de bicicleta. Temos uma grande expectativa de participação da população e também daqueles que visitam a cidade. Esta é uma importante parceria com o setor privado e o modelo adotado representa atualmente o que há de mais moderno no mundo nesse tipo de sistema, presente em cidades da Europa como Madri”, destaca o prefeito Gustavo Fruet.

O usuário poderá optar por fazer um passe semestral de utilização do sistema ao custo de R$ 54 pelos seis meses; mensal, de R$ 12; ou diário, de R$ 5. Os primeiros 45 minutos de utilização da bicicleta serão sempre gratuitos, sendo cobrado depois desse tempo um valor de R$ 2,50 a cada 15 minutos de uso, para estimular o compartilhamento do sistema. Entre duas utilizações gratuitas, o usuário, obrigatoriamente, deverá respeitar intervalo mínimo de 15 minutos – não será possível a retirada de outra bicicleta dentro desse intervalo sem o pagamento da fração. A retirada de bicicleta pelo usuário poderá ser feita por meio de aplicativo de telefone celular e equipamento de autoatendimento nas estações.

“A implantação desse sistema é um marco para a cidade, pois ele traz muitas inovações tecnológicas, como o wi-fi nas estações e as bicicletas híbridas, incluindo um sistema elétrico”, lembra o presidente da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), Roberto Gregório.. A Urbs é o órgão responsável pela organização da licitação vencida pelo consórcio BikeFácil.

As estações estão divididas em grandes – com 16 bicicletas e 20 vagas; médias – 12 bicicletas e 14 vagas; e pequenas – 8 bicicletas e 10 vagas. O consórcio terá 75 dias para colocar a primeira etapa do sistema em funcionamento, com 25 estações e 280 bicicletas. O prazo para a implantação das outras 18 estações e 200 bicicletas será de 65 dias.

A quarta geração dos equipamentos, ainda inédito em outras cidades que utilizam o sistema, oferece rastreamento das bicicletas, conexão em tempo real, além dos dados sobre a viagem realizada, desde o consumo de calorias ao tempo gasto nos trajetos. “Esses dados podem ser utilizados para estudos e melhorias na malha cicloviária da cidade. O sistema prevê assistência elétrica, o que torna a bicicleta muito mais inclusiva, podendo ser utilizada também por quem não é usuário comum”, confirma Eduardo Moraes, sócio-gerente do consórcio.

O usuário poderá optar pela forma de utilização do sistema: só pelo pedal ou no modo assistido, em que partes do trajeto pode ser feitos utilizando-se o sistema elétrico da bicicleta.

Confira os locais das 43 estações:

Estações Grandes

19 de Dezembro (Rua Barão do Serro Azul, 479)

Botânico (Rua Engenheiro Ostoja Roguski, 333)

Marechal Deodoro (Rua Marechal Deodoro, 945)

MON II (Rua Manoel Eufrásio, 1.389)

Oswaldo Cruz (Rua Brigadeiro Franco, 2.300)

Passeio Público (Rua da Glória, 91)

Politécnico (Av. Prefeito Lothário Meissner, 632)

Prefeitura (Ernani Santiago de Oliveira, 212)

Tiradentes (Praça Tiradentes/Catedral de Curitiba)

PUC II (Rua Imaculada Conceição, 1.516)

Reitoria I (Rua General Carneiro, 415)

Reitoria II (Rua Dr. Faivre, 398)

Estações Médias

Baden Powell (Av. Sete de Setembro, 2.201)

Barão do Rio Branco II (Rua Barão do Rio Branco, 518)

Cruz Machado (Rua Cruz Machado, 576)

Generoso (Rua Riachuelo, 61)

Memorial (Rua do Rosário, 187)

Mercado Municipal (Av. Sete de Setembro, 1.810)

Prudente de Moraes (Rua Prudente de Moraes, 134)

Rui Barbosa (Praça Rui Barbosa/Rua André de Barros)

PUC I (Rua Imaculada Conceição, 924)

Zacarias (Praça Zacarias, 46)

Estações Pequenas

24 de Maio (Av. Sete de Setembro, 3.554)

24 Horas (Rua Visconde do Rio Branco, 1.691)

Augusto Stelfeld (Alameda Augusto Stelfeld, 295)

Barão do Rio Branco I            (Rua Barão do Rio Branco, 180)

Biblioteca Pública (Rua Ébano Pereira, 67)

Carlos Gomes (Rua Monsenhor Celso, 361)

Conselheiro Laurindo (Rua Conselheiro Laurindo, 280)

Fesp (Rua Dr. Faivre, 208)

Guadalupe (Rua André de Barros, 832)

Jaime Reis (Rua Jaime Reis, 402)

Japão (Av. Sete De Setembro, 5.104)

Mariano Torres (Rua Mariano Torres, 669)

MON I (Rua Marechal Hermes, 600)

Osório I (Praça General Osório, 125)

Osório II (Alameda Cabral, 9)

Paz (Rua da Paz, 195)

Rodoviária (Av. Pres. Affonso Camargo, 330)

Rosário (Rua do Rosário, 58)

Santos Dumont (Rua Saldanha Marinho, 338)

Sete de Setembro (Rua Barão do Rio Branco, 763)

UFPR (Rua João Negrão, 11)