Por Marina Sequinel e Geovane Barreiro

A Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba (Setran) vai começar a testar radares que medem a velocidade média dos carros em um determinado trecho de uma via. O local selecionado para o projeto-piloto é a Avenida Fredolin Wolf, que foi revitalizada recentemente.

Dois pares de equipamentos começam a ser instalados nesta terça-feira (2) e o processo deve estar concluído até o fim de semana. Eles serão colocados entre dois pontos que ficam cerca de 1 km de distância um do outro. A velocidade será então calculada pelo tempo em que o veículo percorre o trecho.

novos-radares-020914-bandab

(Foto: Lucília Guimarães/ SMCS)

“O principal objetivo é analisar o comportamento dos motoristas que, na maioria das vezes, só freiam de soco quando chegam ao radar. Depois, eles acabam desenvolvendo uma velocidade superior a permitida na via”, explicou o coordenador de fiscalização da Setran, Márcio Souza, em entrevista à Banda B.

Segundo ele, é preciso conscientizar os condutores para que eles respeitem as regras do trânsito, com ou sem equipamento eletrônico. A previsão é de que, na segunda quinzena de setembro, a coleta de informações já seja realizada pelos radares.

A princípio, os novos equipamentos vão servir apenas para fins de estudo. “Ainda não há legislação que permita que a gente cobre multa por velocidade média. Nós dependemos da alteração da lei para que isso seja possível”, completou o coordenador. A iniciativa será analisada por uma comissão criada no final do ano passado. “Assim, poderemos fiscalizar também com a ajuda desses radares”, concluiu.