Da Redação

(Foto: Divulgação)

Este é o último fim de semana em que moradores da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país poderão aproveitar o horário de verão. Às 0h do dia 19 de fevereiro, os relógios devem ser antecipados em uma hora.

Para amenizar os efeitos da mudança, especialistas recomendam dormir mais cedo e evitar alimentos e bebidas estimulantes durante a noite, como café, chá, refrigerante ou outras substâncias com cafeína ou álcool. O tempo que leva para que o corpo se adapte à nova luminosidade é de aproximadamente 72 horas.

O horário de verão entrou em vigor no dia 16 de outubro do ano passado. Entre os objetivos da mudança, está a redução da demanda durante o horário de pico, que vai normalmente das 18h às 21h. Com o horário de verão, a iluminação pública, por exemplo, é acionada mais tarde, deixando de coincidir com o período de consumo da indústria e do comércio. Com isso, o governo federal estimava uma economia de R$ 147,5 milhões.