Curitiba pode ter Unidade Móvel para esterilizar e fornecer cuidados básicos a animais abandonados. Um encaminhamento de sugestão ao Executivo, de autoria do vereador Colpani (PSB), sugere a criação desta Unidade Móvel para atender também animais domésticos de pessoas carentes, residentes em Curitiba. A sugestão encontra-se em análise pelas comissões da Câmara Municipal. Por unidade móvel, entende-se veículo equipado com aparato básico para atendimento aos animais.

Segundo o texto do requerimento, são propostas parcerias com instituições de ensino superior para que a unidade funcione como clínica itinerante. Com isso, pretende-se prestar cuidados como controle de pulgas, sarna, raiva, ectoparasitas, verminoses e outras patologias passíveis de transmissão aos humanos, a exemplo da leptospirose, leishmaniose e o chamado bicho-de-pé.

As famílias pobres atendidas pelo serviço precisam comprovar sua baixa renda ao realizar o registro de seu animal. Postos de saúde poderão ser “informantes” da Unidade Móvel, indicando o bairro que deve ser priorizado devido ao aumento de casos de doenças transmitidas por cães e gatos. Conforme indica a proposta, em Curitiba existem cerca de 450 mil animais abandonados.