Os usuários do transporte coletivo de Curitiba ganham nesta quinta-feira (28) a primeira biblioteca dentro de uma estação-tubo, instalada na Praça Rui Barbosa. Batizado de “tuboteca”, o equipamento será entregue oficialmente às 15 horas, com a presença do prefeito Gustavo Fruet, como parte das comemorações dos 320 anos da cidade.

Fruet também lança, às 14 horas, dois outros projetos: o do QR Code, código formado em pedras petiv-pavé que dá acesso a informações sobre a cidade; e o de instalação de placas de rua em Braille.

O projeto-piloto das tubotecas prevê a instalação de dez unidades: quatro na Praça Rui Barbosa; duas na Rua Presidente Faria, em frente aos Correios; uma na Praça Carlos Gomes; uma na Rua Lourenço Pinto e duas na Avenida Marechal Floriano Peixoto, esquina com a Linha Verde. Não são necessárias fichas ou qualquer tipo de cadastro para que a pessoa possa pegar um livro.

Os primeiros livros serão disponibilizados pela Fundação Cultural de Curitiba, mas a proposta é que a população colabore, doando livros.

QR Code

Os QR Codes são códigos que podem ser fotografados com aparelho celular e dão acesso a informações. No caso de Curitiba, o código será formado em pedras petit-pavé e as informações fornecidas serão de caráter turístico e histórico. Há previsão de instalação de 25 QR Codes ao longo da Linha Turismo.

Placas em Braille

O projeto do Ippuc prevê a instalação de 100 placas em ruas dos bairros Centro e São Francisco, com as seguintes informações: nome da rua, numeração da rua naquela quadra e nome do bairro. As placas serão instaladas nos postes verdes de modelo antigo.