Do Jornal Zero Hora

cobra

(Foto: Divulgação/Hospital São Luiz)

Uma criança de um ano e cinco meses matou um filhote de cobra com uma mordida neste domingo em Mostardas, litoral do Rio Grande do Sul. O menino, chamado Lorenzo, não se feriu. A partir da análise de fotos, o Centro de Informações Toxicológicas do Estado confirmou ser da espécie cobra-do-capim, não venenosa.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, a mãe da criança, Jaine Ferreira, relatou que o filho brincava no pátio quando o fato ocorreu. Ela disse que o menino estava muito silencioso e que, quando foi verificar se algo havia acontecido, levou um susto ao encontrá-lo segurando a cobra, “faceiro”.

Para ler a reportagem completa, clique aqui.