Da Redação com Daily Mail

Um dos criadores do Desafio do Balde de Gelo (ALS Ice Bucket Challenge) morreu na manhã do último sábado (16) em um acidente de mergulho em Massachusetts, nos Estados Unidos. Um dia antes, Corey Griffin, de 27 anos, havia arrecadado 100 mil dólares para a campanha de tratamento da esclerose lateral amiotrófica (ALS, segundo a sigla em inglês).

corey

(Foto: Divulgação)

Ele passou a realizar o desafio do balde depois que seu amigo, o ex-jogador de baseball Pete Frates, recebeu o diagnóstico da doença, um mal neurodegenerativo progressivo e fatal, que se caracteriza pela morte dos neurônios motores.

Uma testemunha afirmou que viu Griffin saltar do cais em Nantucket por volta das 2h da madrugada, para mergulhar. Um salva-vidas que estava no local chegou a resgatá-lo, mas ele não resistiu e acabou morrendo.

O pai de Corey, Robert Griffin, disse ao jornal Boston Globe que o filho era o “homem mais feliz do mundo” e que, antes de morrer, tinha ligado para ele e dito “que estava no paraíso”. “Ele gostava muito de ajudar Pete”, declarou. O jovem teria ido mergulhar para celebrar o  sucesso da campanha.

O desafio

A campanha desafia personalidades e internautas a jogar um balde de água gelada na cabeça ou fazer uma doação de US$ 100 a ALS Association. Quem preferir, pode fazer os dois. Caso a pessoa participe, ela pode desafiar os outros a fazer o mesmo.