Uma grave denúncia a respeito de um erro cometido em uma creche municipal em Curitiba chegou à Banda B nesta quarta-feira (27). De acordo com familiares de um garoto de três anos, matriculado na Creche Municipal Conjunto Camponesa, na Cidade Industrial de Curitiba, o menino foi entregue às 18h de ontem (26) a uma pessoa errada, sem a autorização dos pais. Ele foi encontrado às 21h com a mãe de outra criança que estuda na creche. Segundo esta mãe, uma terceira pessoa, a pedido dela, foi buscar seu filho e levou a criança errada para casa.

A confusão foi parar na delegacia e o Conselho Tutelar foi chamado. O pai da criança passou esta quarta-feira realizando exames em seu filho e prestando depoimento na Polícia Civil para a abertura de um Boletim de Ocorrência. Em entrevista à Banda B, a avó da criança afirmou que a família tomou um tremendo susto com a situação vivida. Segundo ela, todo dia o menino chegava à casa por meio de condução antes das 19h e ontem nada do garoto aparecer.

“O menino tinha que chegar à casa da mãe e não aparecia lá. Todos nós ficamos desesperados. Eu e minha filha fomos até a frente da creche e uma mãe de outra criança que também está matriculada lá apareceu com o garoto. Ela disse que pediu para uma terceira pessoa pegar o filho dela, e esta pessoa pela semelhança física confundiu os garotos, mas é um absurdo isto acontecer”, disse.

De acordo com a avó, esta mãe relatou que ao perceber o erro foi até a creche devolver o ‘filho errado’. “Ela disse que os avôs já tinham ido pegar o seu filho e por isto a pessoa se confundiu. O que é um absurdo é a responsável pela creche entregar a criança para qualquer um, sendo que meu neto sempre volta de condução e nós deixamos na creche o nome das pessoas para quem a criança deve ser entregue”, protestou.

A avó fez questão de ressaltar que apesar do susto a creche está providenciando tudo o que é necessário para resolver a questão e a família está sendo atendida. “Não temos do que reclamar. Isto tudo vai ser resolvido internamente. Mas é importante ser feito o alerta”, concluiu.

Resposta

A Banda B entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Curitiba, responsável pela creche, que informou quea Secretaria Municipal da Educação vai instaurar procedimento interno para averiguar se houve falha por parte da equipe de educadores do CMEI Camponesa. A diretora do CMEI também foi orientada a fazer um boletim de ocorrência na Polícia Civil, para que sejam apurados os fatos relacionados ao caso.

Atendendo a solicitação da família, a criança será transferida para um outro CMEI, mais próximo de sua casa, no qual não dependerá de condução para ir e vir da creche.