O governo da Coreia do Norte mobilizou um segundo míssil de médio alcance para a sua Costa Leste e o implantou nas plataformas móveis, segundo a agência pública de notícias sul-coreana Yonhap. O Ministério da Defesa, que confirmou ontem (4) a mobilização de um primeiro míssil, recusou-se a comentar a informação.

“Confirma-se que a Coreia do Norte transportou, no início desta semana, dois mísseis Musudan de médio alcance para a Costa Leste, implantando-os em viaturas equipadas com plataformas de lançamento”, informou a Yonhap.

O míssil Musudan foi apresentado pela primeira vez em uma parada militar, em outubro de 2010. Especialistas dizem que o míssil tem capacidade de alcance de cerca de 3 mil quilômetros, pondendo atingir alvos na Coreia do Sul e no Japão.

A iniciativa ocorre no momento em que o governo norte-coreano ameaça deflagrar uma ação nuclear na Península Coreana, que pode afetar também os Estados Unidos e o Japão, além da Coreia do Sul.

Para especialistas, as obras indicam que a restauração do reator tem o objetivo de reativá-lo, pois está paralisado desde 2007.