Da Redação

A comissária de bordo Ximena Suarez, uma das sobreviventes do acidente aéreo da Chapecoense, usou o Facebook neste sábado (3) para defender o piloto Miguel Quiroga. Ela compartilhou uma mensagem escrita pela página Bolivia Spotter, que afirma que “Micky”, como era chamado, morreu como um herói.

ximena

Ximena foi uma das seis sobreviventes do acidente que matou 71 pessoas na Colômbia. (Foto: Reprodução/Facebook)

“Esse piloto para mim morreu como herói sim e eu não falo isso só porque ele tem a mesma nacionalidade que eu no sangue, mas porque ele permitiu que o resto da tripulação tivesse um enterro digno e que as famílias pudessem dar um último adeus do jeito que realmente merecem”, diz a postagem.

Segundo as primeiras investigações sobre o acidente, que matou 71 pessoas na última terça-feira (29), as decisões de Quiroga de não parar para abastecer e, depois, de omitir a falta de combustível na aeronave, contribuíram para o acidente.

Ximena, no entanto, defende o ex-comandante. “Esse pobre homem também morreu, ele não sobreviveu para voltar para casa e contar a versão dele do acidente. Por que julgar tanto alguém que não pode se defender? Isso magoa muito a família dele com comentários desnecessários e dolorosos”, completou o texto.

A comissária ainda está sob cuidados médicos em um hospital em Medellín, na Colômbia. Horas depois de compartilhar o texto, ela apagou a postagem da linha do tempo.