Da redação com assessoria

rodoferroviaria-090913

(Foto: Divulgação)

Após notificação da Urbs que estabeleceu prazo para a desocupação dos pontos comerciais da Rodoferroviária, cerca de 100  integrantes da Associação dos Permissionários se apresentaram à Prefeitura de Curitiba em busca de negociação. Na última quinta-feira (05), a instituição determinou que os comerciantes desocupassem a área até o dia 30 de setembro.

Para a presidente associação, Juçara Nicolau, a cassação dos termos de permissão representa um golpe para os comerciantes que apoiaram a reforma da Rodoferroviária. “Não somos contrários a proposta de licitação, mas não concordamos com a forma abrupta de suspender a nossa atividade da noite para o dia, pois empregamos muitas pessoas e todos dependem do trabalho para sobreviver”, diz Juçara sobre a decisão da Urbs em permitir que retornem a Rodoferroviária apenas os vencedores da licitação que será realizada por meio de concorrência pública.

Em busca de diálogo, Juçara foi recebida pelo Chefe de Gabinete da Prefeitura, Itamar Abib Neves. A reunião também contou com a presença do presidente da Urbs, Roberto Gregório da Silva Júnior. Com o encontro, os permissionários destacaram o interesse em buscar um consenso que preserve o interesse público, mas que também olhe para o interesse social das famílias dos comerciantes.

Mesmo depois da reunião, os permissionários não descartam buscar na Justiça uma forma de permanecer no local.