Um comerciante de 51 anos foi preso em flagrante no Jardim Monza, em Colombo, região metropolitana de Curitiba, vendendo fios de pipa com cerol. O detido era dono de uma loja de pipas e os policiais militares do 22° Batalhão foram ao local depois de denúncias de crianças que estavam usando a mistura cortante, perigosa e proibida.

De acordo com o soldado Santana, foram apreendidos mais de 171 rolos com 500 metros de cerol. “Uma grande quantidade. O cerol é proibido e pode causar tragédias. O comerciante foi encaminhado a Delegacia do Alto Maracanã, onde pagará uma multa e será liberado”, afirmou.

O soldado também destacou que o comerciante disse não saber que a venda do cerol é proibida. “Esta desculpa não cola. Na verdade, mais uma vez a ganância falou mais alto e eles vendem sem se preocupar com as pessoas, simplesmente pelo dinheiro”, concluiu.

O cerol é usado em pipas para cortar outras que passam por perto e causa diversos acidentes. Em outubro deste ano, por exemplo, um motociclista ficou ferido depois de ser atingido por uma linha repleta de cerol, no bairro Novo Mundo, em Curitiba.