Da SMCS

O primeiro ônibus híbrido articulado em operação regular na América Latina começa a circular na próxima semana na linha Interbairros II, em Curitiba. Apresentado pelo prefeito Gustavo Fruet na manhã desta sexta-feira (18), o HibriPlus tem capacidade para 154 passageiros, ar condicionado, wi-fi, acessibilidade e piso baixo (sem degraus) facilitando o acesso de usuários com deficiência, idosos e cadeirantes, além de design interno que prioriza o conforto do passageiro.

hibribus

Foto: SMCS

Produzido pela Volvo, o novo híbrido será testado ao longo de seis meses para avaliação de eficiência operacional e de índices de emissão de poluentes. Com tecnologia de emissões Euro VI, somada à tecnologia híbrida, o HibriPlus emite até 39% menos CO2 e 50% menos material particulado (fumaça) e NOx (óxidos nocivos à saúde) que veículos similares Euro V movidos a diesel.

O teste faz parte do acordo de cooperação firmado em 2013 entre a Prefeitura de Curitiba e o governo da Suécia, voltado ao desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias em soluções urbanas sustentáveis. A próxima etapa prevê o desenvolvimento de um ônibus que funcione 70% do tempo no modelo elétrico, a ser testado em Curitiba ainda neste ano.

“Estamos trazendo para Curitiba uma nova tecnologia, resultado de uma parceria que é um orgulho para a cidade. O que estamos vendo, na apresentação dos projetos do acordo de cooperação com a Suécia e na apresentação deste novo ônibus, é  que Curitiba está no rumo certo, trabalhando com serenidade, responsabilidade e em parceria em projetos que vão estruturar a cidade para as próximas décadas”, afirmou o prefeito Gustavo Fruet.

O presidente da Volvo Bus Latin America, Luis Carlos Pimenta, destacou o envolvimento da empresa com Curitiba. “Temos uma longa história com a cidade, de contribuição para o desenvolvimento do sistema de transporte público. Mantemos nosso compromisso de trazer para Curitiba o que há de mais avançado em tecnologia de transporte urbano, e que esteja alinhado às demandas mundiais de redução de emissão de poluentes”, disse.

Híbrido

O HibriPlus tem dois motores, um elétrico e outro a combustível, que funcionam em paralelo e de forma independente. A bateria do motor elétrico é carregada automaticamente a cada vez que o ônibus freia, o que faz com que esta tecnologia seja mais apropriada para operação em linhas com maior número de paradas. O motor elétrico é utilizado no arranque e na aceleração, até a velocidade de 15 quilômetros por hora, quando entra em funcionamento o motor a combustível. Quando o veículo está parado – no trânsito, em pontos de ônibus ou em semáforos – o  motor diesel fica desligado.

Se aprovado, o HibriPlus poderá ampliar a frota de 30 ônibus híbridos que já circulam em Curitiba, nas linhas Interbairros I, Jardim Mercês/Guanabara, Juvevê/Água verde, Detran/Vicente Machado e Água Verde/Abranches.

Os dois modelos são os únicos híbridos em que o motor elétrico é usado também como gerador de energia durante as frenagens. A cada vez que os freios são acionados, a energia da desaceleração é utilizada para carregar as baterias.

A Interbairros II é uma linha circular que transporta por dia 34,5 mil passageiros e faz um trajeto de 42,7 quilômetros passando por 17 bairros – Campina do Siqueira, Batel, Água Verde, Portão, Novo Mundo, Xaxim, Hauer, Jardim das Américas, Jardim Botânico, Tarumã, Hugo Lange, Cabral, São Lourenço, Bom Retiro, Pilarzinho, Vista Alegre e Mercês.

A operação do novo ônibus, como o restante da frota, será monitorada no Centro de Controle Operacional (CCO) da Urbs. Paralelamente, os dados do veículo serão monitorados pelo sistema de gerenciamento de frotas da Volvo que oferece informações como consumo de combustível, emissão de poluentes e aproveitamento das frenagens para recarga da bateria do motor elétrico.

O trajeto do ônibus em tempo real está disponível na internet, no endereço www.urbs.curitiba.pr.gov.br/PORTAL/itinerarios – clicando em Linhas e digitando Interbairros II (anti-horário).

Cooperação

Firmado em novembro de 2013, durante visita da Missão Real Sueca de Tecnologia (KTH), liderada pelo rei Carl Gustaf XVI, da Suécia, o acordo de cooperação prevê projetos na infraestrutura de transportes e no planejamento de longo prazo da cidade, como o desenvolvimento de tecnologias de eletromobilidade.

Também assinam o termo de cooperação para desenvolvimento de soluções de eletromobilidade o Ippuc, Urbs, a Secretaria de Informação e Tecnologia, Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Universidade Positivo, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro (Cisb), Volvo e Copel.