Da Redação

A saída para o feriado de Nossa Senhora Aparecida é de movimento intenso nas principais rodovias que deixam Curitiba nesta tarde de sexta-feira (9). De acordo com a concessionária Ecovia, o movimento por volta das 15h50 era de mais de 1 mil veículos por hora, tráfego considerado o dobro do normal no sentido litoral da BR-277. Já para quem viaja para o litoral de Santa Catarina um acidente envolvendo três caminhões deixou o trânsito lento na região de Guaratuba. Chove em toda a região da capital paranaense.

movimentoestradas

Foto: Reprodução

O movimento para quem pretende seguir para a praia deve se intensificar a partir das 18 horas tanto na BR-277, quanto na BR-376. Segundo a Ecovia, aproximadamente 6 mil veículos devem se deslocar em direção ao litoral paranaense até as 22 horas.

Já a Autopista Litoral Sul, com 2 mil veículos por hora durante a tarde, já está no horário considerado mais critico, que deve seguir até 20 horas. A concessionária estima que 850 mil veículos – volume 31% maior do que o acumulado em dias normais – devem circular na região entre Curitiba e Florianópolis nas rodovias sob concessão (Contorno Leste-BR-116/PR, BR-376/PR e BR-101/SC).

Interior

Já quem deixa Curitiba pela BR-227 em direção ao interior do estado já encontra pontos de lentidão na subida da serra de São Luiz do Purunã. Na rodovia o movimento é alto em ambos os sentidos, uma vez que para os moradores do interior é necessário utilizar a rodovia para se chegar tanto nas praias do Paraná, quanto nas de Santa Catarina.

O movimento no sentido interior é de 1,5 mil veículos por hora. O pico do movimento será entre as 16h e 20 horas. O pior horário para deixar a capital e seguir ao Interior será no sábado, entre 8h e 12 horas, momentos em que o tráfego chega a 2 mil por hora, somente no sentido Campos Gerais. O fluxo curitibano se repete no retorno, segunda-feira. Neste dia, o pior horário para passar pela região de Purunã é das 16h às 19h, com até 3 mil por hora somente no sentido Curitiba.