Os funcionários da limpeza pública de Curitiba aceitaram a proposta da Cavo e suspenderam, em assembleia nesta terça-feira (26) na sede da empresa, o indicativo de greve marcada para às 7h de hoje. A oferta de reajuste de 10,5% no salário e 20% no vale-alimentação foi aceita por 95% dos trabalhadores, de acordo com o Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba (Siemaco). Com isto, o salário médio dos coletores ficará em R$ 1865,56.

Antônio Nascimento – Banda B
Trabalhadores aceitaram a proposta da Cavo

A proposta levada na assembleia foi definida na noite de ontem em uma reunião no Ministério do Trabalho entre a Prefeitura de Curitiba, a classe patronal e o Siemaco. “Podemos dizer que os trabalhadores ficaram satisfeitos e orgulhosos por se sentirem valorizados com esta proposta”, afirmou à Banda B Manassés de Oliveira, presidente do Siemaco.

A pedida inicial dos trabalhadores era de reajuste de 20% no salário e 30% no vale-alimentação. A primeira oferta da Cavo, rejeitada pelos trabalhadores na semana passada, foi de 8% de reajuste no salário e 9% no vale-alimentação. Além do reajuste, ficou definido que todos os funcionários ganharam jaqueta no inverno e café da manhã para os que trabalharem no domingo.

Confira abaixo como ficaram os novos salário de coletores de lixo em Curitiba com todos os benefícios:

Coletor domiciliar: R$ 2.003,26
Coletor de lixo que não é lixo: R$ 1955,73
Operador de roçador: R$ 1967,66
Varredores: R$ 1.707,82
Serventes: R$ 1.693,34