Da Agência Ansa

A cidade de Santiago de Cuba se prepara desde ontem (3) para receber as cinzas do ex-presidente Fidel Castro neste domingo (4), no cemitério Santa Ifigênia. As informações são da Agência Ansa

A urna de cedro coberta com uma bandeira cubana saiu de Havana na última quarta-feira (30) e passou três dias por estradas repletas de pessoas que homenageavam Fidel, em um percurso de quase mil quilômetros.

Há vários dias, o cemitério de Santiago, considerada o “berço da revolução”, permanece fechado para que sejam realizados os últimos preparativos. A segurança na área próxima ao local do enterro do ex-líder foi reforçada pela polícia, que não permite a aproximação da população nem o registro de imagens.

O trajeto das cinzas pela ilha incluiu os municípios de Matanzas, Cienfuegos e Sancti Spiritus, por exemplo, que foram visitados por Fidel e seu exército rebelde em janeiro de 1959, enquanto eles iam para Havana na famosa “Caravana da Liberdade”, percurso feito pelo ex-presidente depois de ter ganho a guerra contra Fulgencio Batista. O cortejo da urna de Fidel refaz, após 57 anos, os passos dessa caravana.

O enterro será acompanhado por milhares de cubanos, chefes de Estado e delegações de vários países, inclusive pelos ex-presidentes do Brasil Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva.