SMCS

Cinco unidades da Rede Municipal de Ensino de Curitiba não poderão funcionar nesta segunda-feira (9) deixando sem atendimento aproximadamente 900 crianças. As unidades ficaram alagadas com mais de um metro de água. “Mesmo com a força tarefa feita no fim de semana para a limpeza das escolas, não será possível abrirmos para o atendimento estas unidades onde os estragos foram de grandes proporções”, disse a secretária municipal da Educação, Roberlayne Borges Roballo.

Não poderão funcionar a Escola Municipal Professor Dário Vellozo, o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Barigui I e a Gibiteca Alceu Chichorro, todas no CIC, um dos bairro mais atingidos pela enchente. Também não será possível atender na Unidade de Educação Integral (UEI) da Escola Municipal Wenceslau Brás e no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Meia Lua, no Boqueirão. Nestas unidades a segunda-feira será dedicada a limpeza pesada das paredes e pisos e para reposição de materiais danificados.A previsão é que os reparos necessários sejam feitos para que as atividades retomem normalmente na terça-feira (10).

Outras quinze unidades da rede também foram atingidas, porém os estragos puderam ser corrigidos e a limpeza aconteceu no fim de semana. Em algumas escolas onde seriam realizadas festas juninas no sábado as atividades precisaram ser canceladas.

As escolas municipais Otto Bracarense e Joana Raksa serviram de abrigo para centenas de famílias cujas casas ficaram em baixo da água.