Da Redação

As centrais sindicais do Paraná organizam para esta sexta-feira (30) uma manifestação conjunta em frente ao prédio da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), no Centro Cívico, em Curitiba. O ato faz parte do “Dia Nacional de Mobilização e Luta”, movimento organizado pelas centrais em todo o Brasil que reivindica a aprovação da pauta trabalhista, composta por itens tanto nacionais quanto estaduais.

greve-geral-290813-bandabEm Curitiba, já está confirmado paralisação no Hospital de Clínicas, dos servidores técnicos administrativos das instituições de ensino superior federais (UFPR, UTFPR, IFPR e Unila), dos professores da Universidade Federal do Paraná, dos professores e servidores da rede estadual, dos Metalúrgicos da grande Curitiba e dos vigilantes da capital. Os bancários estão com assembleia marcada para 19h de hoje e também podem parar.

Entre as principais bandeiras reivindicadas, estão a derrubada do Projeto de Lei n°4330, que amplia as terceirizações e precariza as relações de trabalho; a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais sem redução de salário; o fim do fator previdenciário e a reforma agrária.

Após organizarem protestos em todo o país no último dia 11 de julho, as centrais sindicais disseram que fariam novas mobilizações no final deste mês se não houvesse avanço nas negociações da pauta trabalhista com o governo federal.  A manifestação desta sexta-feira em frente à Fiep é organizada pelas centrais paranaenses CSB, CSP Conlutas, CTB, CUT, Força Sindical e NCST. Juntas, as entidades representam milhares de trabalhadores de diversas categorias profissionais em todo o estado.