Da Redação

Um segundo dia de mobilização nacional está sendo convocado pelas centrais sindicais de todo o Brasil para a próxima sexta-feira (30). Organizado por entidades como a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical, o movimento tem como principais a contrariedade ao Projeto de Lei 4.330, que regulamenta as terceirizações, o fim do fator previdenciário e redução da jornada para 40 horas semanais. A primeira mobilização aconteceu no dia 11 de julho.

manifestação-dia-30-270813

Foto: Agência Brasil

No Paraná já está confirmado greve geral dos servidores técnicos administrativos das instituições de ensino superior federais (UFPR, UTFPR, IFPR e Unila), do Hospital de Clínicas, dos professores da Universidade Federal do Paraná, de professores e servidores da rede estadual, dos Metalúrgicos da grande Curitiba, dos bancários e dos vigilantes da capital.

Um ato público das centrais sindicais está marcado para as 13h em frente a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). CTB, NCST, CSP Conlutas e CSB são outras centrais que convocam o movimento.

A Banda B entrou em contato com a assessoria do Hospital de Clínicas que informou que os pacientes com consulta marcada para sexta não devem comparecer ao hospital, uma vez que não há a certeza de que serão atendidos. As consultas devem ser remarcadas por telefone.