do Plantão Maringá

Casal protestou do lado de fora da Igreja – reprodução Plantão Maringá facebook

Uma situação inusitada aconteceu na noite desta sexta-feira (27), em uma igreja evangélica de Maringá, norte do Paraná. Dois amigos solicitaram a presença da Polícia Militar após, segundo eles, serem expulsos a tapas e empurrões pelos obreiros da igreja. Ainda segundo a versão do casal relatada à polícia, as agressões ocorreram após os dois receberem uma pasta com a informação de que teriam que doar uma quantia de R$ 1 mil, como dízimo.

Segundo o Boletim de Ocorrência, após se negarem a dar o dinheiro, que nem tinham, começou um bate-boca entre os dois e o pastor. Logo em seguida, eles dizem ter sido expulsos da igreja.

A cena teria sido testemunhada por vários pessoas que passavam na frente da igreja. Os pastores não quiseram falar com a reportagem do Plantão Maringá.

Um outro fiel disse à reportagem que o casal foi expulso porque teria iniciado um pequeno tumulto no interior da igreja. “Eles invadiram a igreja com escândalo, gritaria e xingamentos. Aqui é lugar para adorar a Deus e não para baixarias como os dois querem”, disse o fiel, que garantiu não ter havido nenhuma imposição para a cobrança de dízimo ao casal.

A igreja possui câmeras de segurança o que pode ajudar na apuração sobre o que de fato ocorreu, caso a gravação seja cedida pela igreja.

Todos os envolvidos foram conduzidos para a Delegacia de Maringá para medidas cabíveis.