Cansada de ver o filho especial de doze anos na fila de exames por uma tomografia e uma ressonância pelo SUS há dois, a ouvinte Aparecida Bruno Rodrigues entrou em contanto com a Banda B nesta segunda-feira (15) para pedir ajuda. Segundo ela, o filho Matheus Rodrigues Rosa tem acompanhamento médico, mas devido a sua condição física necessita com a máxima urgência do exame, já que ele não consegue andar.

“Ele não sente mais as pernas e eu fico vendo ele aqui deitado e perdendo aula. Eu não posso pagar por esse exame, meu marido trabalha como pedreiro e eu fico em casa cuidando dele”, comentou.

Aparecida contou ainda que esteve em uma unidade de saúde da capital no mês de fevereiro e, para a surpresa dela, o filho não estava mais na fila. “Dois anos esperando, resolvi ir atrás, eles remarcaram e me colocaram novamente na fila. Disseram que vão me chamar, mas até agora nada”, disse.

A Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba e aguarda retorno.