Com o lema “Eis-me aqui, envia-me!” (Is 6,8) e o tema central “Fraternidade e Juventude”, novamente a CNBB trouxe para a discussão os jovens e a mudança de época vivida atualmente. Em 1992, o tema “Juventude, Caminho Aberto” já havia discutido e refletido sobre a inclusão dos jovens na evangelização.

O lançamento da CF aconteceu nesta quarta-feira de Cinzas. A Campanha da Fraternidade, coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), é realizada anualmente pela Igreja Católica, no período da Quaresma. A cada ano é escolhido um tema que define sob qual perspectiva a solidariedade será despertada, em relação às questões que envolvem a necessidade de conversão da sociedade.

A CF deste ano deseja refletir sobre a vida da juventude. Para Dom Moacyr Vitti, a grande motivação da Campanha é o acolhimento da juventude, com seus valores e potencialidades para que, de fato, possam participar não somente da caminhada no seguimento a Jesus Cristo, como também sejam protagonistas desta caminhada com a participação efetiva na Igreja. “Sabemos como é importante a presença do jovem em nossas comunidades eclesiais, por isso esta preocupação em acolhê-los. Dom Moacyr convocou também todos a juventude a rezar por Bento XVI e pela escolha do novo papa.

Para o coordenador da Pastoral da Juventude, Rodrigo Andrade, a Campanha quer provocar os católicos a serem profetas no mundo da juventude, onde a vulnerabilidade impera diante da violência. “A Igreja, por meio de cada comunidade eclesial, é chamada a entrar nesta realidade juvenil dando o seu testemunho e a ter uma voz mais ativa no cuidado e na defesa do jovem”.

As ações da Igreja Católica em prol da juventude não começam agora, mas já acontecem. Enquanto Arquidiocese, o Setor Juventude já participou efetivamente de debates e conferências municipais e estaduais para a construção de políticas públicas em favor da vida do jovem. Hoje, participa enquanto cooperador no Conselho Municipal da Juventude, assim como em tantos outros conselhos que agem em defesa do jovem.

Após a coletiva, centenas de fiéis participaram da Missa das Cinzas na Catedral Basílica, ao meio dia, celebrada por Dom Moacyr Vitti, que abriu a Campanha da Fraternidade deste ano.

Na Quarta-feira de Cinzas inicia-se o período da Quaresma, que é a preparação dos católicos para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão e conversão espiritual. Nestes 40 dias, o cristão deve intensificar a prática dos princípios essenciais de sua fé com o objetivo de ser uma pessoa melhor e proporcionar o bem para os demais.