Redação com Estadão

Foto: Sputinik

O parlamento da Suécia e as estações de metrô e trem em Estocolmo foram fechadas após um caminhão ter atingido a loja de departamento Ahlens, no centro da cidade, ferindo diversas pessoas. Segundo informações da radio sueca, Sveridge, a polícia teria confirmado que oito pessoas foram feridas e três morreram.

As autoridades pedem que as pessoas evitem o centro da cidade. A rádio sueca Sverige Radio afirmou que há relatos de tiros no local. A polícia no entanto, apenas confirmou até agora o incidente com o caminhão. Em comunicado, as autoridades afirmaram que “há relatos de feridos, mas não temos detalhes de quantos são e quão séria é sua situação”.

A companhia de cerveja sueca Spendrups afirmou para a emissora de rádio do país que reconheceu o veículo como um de seus caminhões, que teria sido roubado mais cedo no dia.

“Este é um de nossos veículos de distribuição que faz entregas. Durante uma entrega para o restaurante Caliente, alguém pulou para o assento do motorista e fugiu com o veículo em direção ao centro da cidade”, disse o diretor de comunicações da empresa, Mårten Lyth.

A loja de departamento de luxo Ahlens faz parte de uma rede sueca. O prédio atingido conta com diversas lojas.

“Nosso país foi atacado”, diz primeiro-ministro sueco

O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven, afirmou que o país “foi atacado”, após o incidente.

Segundo informações da CNN, a polícia estaria tratando o incidente como um ataque terrorista. Entretanto, o primeiro-ministro já considera a possibilidade como certa. “Tudo indica que isso é um ataque terrorista. O governo está informado e fazendo de tudo para ajudar as autoridades”, disse Löfven.