O Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) comemorou nesta quarta-feira 61 anos. Na solenidade realizada na sede do batalhão, em Curitiba, policiais militares e pessoas da comunidade receberam medalhas por apoio policiamento de trânsito. O secretário estadual da Segurança Pública, Cid Vasques, e o comandante-geral da Polícia Militar, Roberson Bondaruk, também receberam a medalha.

“Os policiais precisam estar em constante atualização para melhor desempenhar a função, no tratamento com pessoas de todas as classes sociais, seja em abordagens ou em campanhas e palestras educativas”, afirma o secretário.

BPTran – Criado em 1952, o batalhão surgiu com o nome de Serviço de Guarda Sinaleiro de Trânsito da Polícia Militar. Neste ano, uma das ações mais fortes é o combate à embriaguez ao volante com blitze de trânsito e abordagens. De janeiro a março, O BPTran realizou 494 exames etilométricos contra 278 no mesmo período do ano passado, o que representa um aumento de 77,7%. Também aumentou o número de prisões por embriaguez ao volante de 104 nos três primeiros meses do ano passado para 157 no mesmo período deste ano, auemnto de 50,9%.

O coronel Roberson Luiz Bondaruk comentou algumas das inovações tecnológicas que têm auxiliado o trabalho dos policiais de trânsito. “Temos a aquisição de novos equipamentos, novas viaturas e o aumento do efetivo. O mais recente projeto, o Bateu (Boletim de Acidentes de Trânsito Eletrônico Unificado), que foi uma criação desta unidade em conjunto com a Celepar, o Detran e com as empresas seguradoras, que trouxe grande inovação para a segurança pública do Paraná”.

Segundo o comandante do BPTran, coronel Valterlei Mattos, a atuação da unidade não se restringe somente a fiscalização, mas também à prevenção e educação tanto de motoristas como de pedestres. São realizadas palestras em escolas e universidades, com o intuito de conscientizar as pessoas sobre a combinação perigosa de álcool com direção.

Também participaram da solenidade o subcomandante-geral da PM, coronel José Vilmar Becker, o comandante do 6.º CRPM, coronel Péricles de Matos, o diretor-geral do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), Marcos Elias Traad, o deputado estadual Mauro Morais, a fundadora do projeto Paz no Trânsito, Cristiane Yared, e ex-comandantes da unidade.