Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

botijão

Idoso morava ao lado da casa da filha. Foto: BH/Banda B

Um idoso de 65 anos morreu em um incêndio provocado por uma explosão de um botijão de gás de cozinha na tarde deste sábado (12), em Campo Magro. A residência ficava na rua Minas Gerais, no bairro Jardim Boa Vista I. Valdemar Pampuche morava sozinho e morreu na hora.

O Corpo de Bombeiros foi acionado rapidamente assim que os vizinhos ouviram a explosão. Mesmo com a rapidez dos bombeiros, a vítima foi carbonizada dentro de casa. A residência, de alvenaria e madeira, tinha sido construída por ele mesmo há cerca de dois meses. Pampuche se recuperava de um segundo acidente vascular cerebral (AVC) e, por isso, tinha construído a residência ao lado da casa da filha e do genro. Ele estava com auxílio de um andador.

De acordo com as pessoas próximas, o idoso era bastante independente e pediu que a família instalasse um botijão de gás para que ele próprio fizesse a comida dele. A suspeita é que o botijão tenha sido instalado de forma irregular e um vazamento tenha provocado o incêndio. A família está bastante abalada e optou em não conversar com a Banda B.

O tenente Pegorini informou que a causa da explosão deverá ser analisada pelo Instituto de Criminalística. O corpo de Pampuche será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.