Da Redação com Governo de SC

O segundo relatório de monitoramento das praias da temporada de verão 2016/2017, divulgado pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), na sexta-feira (9), mostra que Santa Catarina continua com 79,4% dos 214 pontos analisados próprios para banho. Em Florianópolis, 68% dos 51 locais avaliados estão aptos para os banhistas. No restante do Litoral, 87,5% dos 119 pontos estão próprios para banho.

praia-de-camboriu-ebc

Foto: EBC

Os números se mantiveram os mesmos porque nove pontos se tornaram próprios e a mesma quantidade, em outros locais, se tornou imprópria. A grande alteração foi em Florianópolis, onde sete pontos se tornaram inaptos para banho e um local se tornou próprio. “O ciclone e as chuvas do final de semana que atingiram diretamente a Capital interferem no resultado. As chuvas levam as sujeiras das ruas direto para o mar”, explica o técnico de laboratório Marlon Daniel da Silva.

Para dizer se um ponto é próprio ou impróprio para banho, a Fatma analisa a presença da bactéria Escherichia Coli, presente em fezes de animais e humanos. São necessárias cinco coletas consecutivas para se obter o resultado. Para esta temporada, as amostras começaram a ser coletadas em  31 de outubro. Quando em 80% das análises a quantidade da bactéria é inferior a 800 por 100 mililitros, o ponto é considerado próprio.

Os pontos analisados são nos municípios de Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Da Barra do Sul, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

Confira o boletim completo clicando aqui.