Um dos mais festejados escritores do Paraná, Jamil Snege (1939-2003) transitou por diversos gêneros. Publicou 11 livros e, uma década de sua morte, continua relevante. Para lembrar os dez anos sem o autor, a Biblioteca Pública do Paraná promove em 16 de maio, a partir das 19h, um bate-papo com escritores que foram amigos de Snege. Cristovão Tezza e Miguel Sanches Neto vão conversar a respeito da vida e da obra do autor de Como se fiz por si mesmo. A entrada é franca. Após o bate-papo no hall térreo da bibliteca, será aberta uma exposição com fotos de Daniel Snege, filho mais velho de Jamil.

Premiado no Brasil e com obras traduzidas em diversos idiomas, Cristovão Tezza conviveu com Snege entre o final da década de 1960 e início dos anos 1970, período em que era um escritor iniciante. Já Miguel Sanches Neto editou alguns livros do Turco e acompanhou o autor em seus últimos anos de vida.

Além de contarem episódios do convívio com Snege, Tezza e Sanches Neto vão comentar livros emblemáticos do escritor, como o romance autobiográfico Como eu se fiz por si mesmo, a novela Viver é prejudicial à saúde, a coletânea de contos Os verões da grande leitoa branca e as crônicas reunidas na antologia Como tornar-se invisível em Curitiba.

O jornal Cândido, da Biblioteca Pública do Paraná, traz na edição de maio um dossiê a respeito da obra de Snege, com reportagens mostrando a relevância do autor, hoje estudado em universidades e festejado pela nova geração de escritores brasileiros. Destaque para um texto que Ernani Ssó, tradutor de Dom Quixote, de Cervantes, enviou para o Turco em 2003 — conteúdo que permaneceu inédito por uma década. Jean Snege, filho caçula de Jamil, participa com um texto afetivo, escrito especialmente para esta edição comemorativa.

Serviço:

Bate-papo sobre Jamil Snege.

Com Cristovão Tezza e Miguel Sanches Neto

Data: 16/05 (quinta-feira)

Horário: 19h00

Local: Biblioteca Pública do Paraná- R. Cândido Lopes, 133 – Centro – Curitiba

Entrada franca.

Mais informações: (41) 3221-4900 ou www.bpp.pr.gov.br