O governador Beto Richa autorizou a licitação para a construção do novo prédio do Colégio Estadual Jardim Gisele, em Toledo, na região Oeste do Estado. A obra terá investimento de mais de R$ 5 milhões e atende a uma reivindicação de mais de 15 anos da comunidade local.

O novo colégio em Toledo faz parte de um pacote de 70 novas escolas estaduais que serão construídas pela Secretaria de Estado da Educação em 2013. Metade delas já está em obras em diferentes regiões do Paraná. “O governo Beto Richa tem sido um governo republicano e isso facilita o nosso trabalho. Essas boas relações favorecem a todos e o maior beneficiado é a população. Estamos muito felizes com mais essa obra”, disse o prefeito de Toledo, Beto Lunitti.

A nova escola no município atenderá exclusivamente estudantes da rede estadual de educação. Atualmente, o colégio funciona em um prédio dividido com o município, que mantém turmas de educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental (antigos pré e primário).

Com mais espaço, além de ampliar o número de vagas, a nova escola poderá implantar novas atividades de contratuno para que os alunos permaneçam no colégio e desenvolvam atividades educativas fora do horário escolar. “Essa nova escola mostra o olhar carinhoso do governo com a educação no interior. Também teremos resolvido o problema da falta de espaço, que acaba limitando o desenvolvimento de várias atividades”, diz a diretora Iracema Maria de Sá.

NOVAS ESCOLAS – Somente em 2013 o governo está investido R$ 500 milhões em infraestrutura. São construções, reformas, ampliações e implantações de quadras esportivas nas escolas da rede estadual. Atualmente, 35 escolas já estão em obras em vários municípios. O Governo do Paraná tem ainda recursos assegurados para licitar outras 35 unidades ainda nesse ano.

“É um processo de modernização em infraestrutura que se refletirá na qualidade da educação”, destaca o vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns.

Além da construção das 70 unidades, a Secretaria da Educação conta com um programa para a reforma de 1,8 mil, desde pequenos reparos até grandes revitalizações, com investimento de R$ 620 milhões.