Da Redação

desabafo

(Foto: Reprodução)

Um bebê de 11 meses teve o dedo mindinho da mão esquerda cortado no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, nesta segunda-feira (12). O menino, que é de São Mateus do Sul, havia se internado na instituição para tratar a Síndrome de Wolff-Parkinson-White, uma doença no coração.

bebe-dedo-cortado2

(Foto: Reprodução)

Segundo a mãe da criança, Jaqueciane Moraes, de 18 anos, uma enfermeira cortou o dedo do menino com uma tesoura no momento em que tirava o acesso do cateter da criança.

“Vejam o ponto que chegou a nossa saúde, meu menino veio consultar no hospital e se internou, aí a enfermeira veio tirar o acesso do cateter do ‘braço’, ficou com preguiça de tirar com a mão a fita que estava isolando e cortou com a tesoura arrancando seu dedinho. Aí eu pergunto o que resolve esse processo psicólogo. Com o trauma, meu filho vai ficar sem o dedo com menos de um ano de idade”, escreveu na rede social Facebook, após o ocorrido.

Na postagem, ela ainda declarou que quer indenização e o afastamento da enfermeira do hospital. “Isso é a saúde brasileira. Alguém vai pagar a dor do meu filho?”, questionou.

Nesta terça-feira (13), Jaqueciane publicou fotos do filho na instituição e disse que ele está se recuperando. Sobre o caso, o Hospital Pequeno Príncipe se manifestou por meio da seguinte nota:

A criança, transferida de outro município, durante o procedimento de retirada de acesso venoso feito no hospital de origem, sofreu lesão em extremidade do dedo mínimo esquerdo. O Hospital Pequeno Príncipe esclarece que a retirada de acesso é medida protocolar da assistência ao paciente quando de sua chegada.

A instituição formalizou investigação e está apurando os fatos. O colaborador foi afastado. Todas as medidas possíveis estão sendo tomadas para amparar a criança e a família, e equipe multidisciplinar foi designada para acompanhamento integral do paciente.

O Hospital Pequeno Príncipe lamenta profundamente o ocorrido e reafirma seu compromisso na busca contínua de melhorias e qualidade em todas as dimensões do cuidar.