Redação com assessoria

Os imóveis residenciais novos ofertados em Curitiba tiveram variação mensal de preço de 0,3% em abril, chegando a R$ 5.893,95 o valor médio do metro quadrado privativo na cidade. Os dados são de pesquisa mensal realizada pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR) em parceria com a BRAIN Bureau de Inteligência Corporativa, divulgada nesta quarta-feira (4).

Considerando os imóveis novos disponíveis para a venda em Curitiba, em abril, o Batel manteve-se na liderança para o maior valor do metro quadrado privativo para studios, lofts e apartamentos de um dormitório, em R$ 9.288,00. O bairro também detém os maiores preços do metro quadrado privativo para os apartamentos residenciais de dois e três dormitórios, em R$ 10.939,00 e R$ 9.442,00, nessa ordem. Entre os imóveis novos de quatro dormitórios, o Ecoville permanece na liderança, com o preço médio do metro quadrado privativo a R$ 8.664,00.

Os apartamentos de três dormitórios tiveram a maior variação do período, com reajuste de 0,5%, chegando a R$ 5.802,67 o metro quadrado privativo. Os imóveis residenciais novos de dois dormitórios tiveram a segunda maior correção, de 0,4%, com o preço médio do metro quadrado privativo a R$ 5.458,14. O preço das unidades de quatro dormitórios, assim como dos studios, lofts e apartamentos de um dormitório, manteve-se estável, com valor médio do metro quadrado privativo a R$ 7.805,55 e R$ 6.525,73, respectivamente.

“A estabilidade em algumas tipologias está relacionada ao fato de que, no mês, as unidades mais caras foram vendidas, com diminuição do preço médio do metro quadrado privativo para as unidades em estoque”, explica o diretor de Pesquisa de Mercado da Ademi/PR, Fábio Tadeu Araújo.

Considerando os últimos 12 meses, o preço dos apartamentos residenciais novos apresentou variação média de 11,4%. No período, as maiores correções foram para os imóveis de quatro e três dormitórios, de 14,7% e de 13,6%, respectivamente. Já os studios, lofts e unidades de um dormitório foram reajustados em 11,9% e os de dois dormitórios em 8,6%.

No acumulado do ano, até o momento, a valorização média dos apartamentos residenciais está em 3,7%. Os studios, lofts e apartamentos de um dormitório lideram no percentual de valorização (7,5%), seguidos dos imóveis novos de dois dormitórios (3,8%), quatro dormitórios (3%) e três dormitórios (2,7%).

O levantamento da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR), em abril de 2014, contou com uma amostra de 336 empreendimentos e 11.771 apartamentos residenciais novos (na planta, em construção ou concluídos), à venda por construtoras, incorporadoras e imobiliárias, em Curitiba.