Levantamento da Federação Brasileira de Bancos mostra que as instituições financeiras estimam que o Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer 3% em 2013 e 3,5% em 2014. Em relação à inflação, a previsão é aumento de 5,7% em 2013 e também em 2014. Os dados, divulgados hoje (3), foram obtidos em pesquisa com participação de 29 instituições financeiras.

O levantamento mostra que são esperados mais três elevações consecutivas de 0,25 ponto percentual nas próximas reuniões do Comitê de Política Monetária do Banco Central, levando a Selic para 8,25% ao ano. O índice deve permanecer neste patamar até, no mínimo, o final de 2014.

A pesquisa da federação dos bancos indica que as instituições financeiras calculam que taxa de câmbio deve permanecer em R$ 2,00 em 2013 e subir para R$ 2,05 em 2014. O superávit comercial previsto é R$ 11 bilhões em 2013 e R$ 12 bilhões em 2014. O levantamento mostra que os bancos esperam elevação de 15,6% no crédito em 2013 e de 15,4% em 2014.