O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) autorizou a reposição inflacionária, prevista em contrato, das tarifas do transporte coletivo rodoviário e intermunicipal, a partir da zero hora de segunda-feira (20).

Os novos valores serão aplicados nas regiões metropolitanas, com exceção de Curitiba, e também nas tarifas das viagens rodoviárias entre municípios. A reposição inflacionária para as linhas metropolitanas será, em média, de 7,27%. Entre as linhas rodoviárias, o reajuste médio é de 7,54%.

As tarifas foram reajustadas devido ao aumento dos insumos que compõem a planilha tarifária, calculados no período de maio de 2012 a abril de 2013. Os itens que mais pesaram foram combustível, que sofreu aumento de 15,4%, e veículo padrão (renovação de frota), que aumentou 6,75% no sistema rodoviário e 13% no metropolitano.

O Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros do Estado do Paraná havia solicitado reajuste de 10,34%. Os aumentos foram autorizados após mediação e homologação das novas tarifas pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar).

Os reajustes anteriores ocorreram em maio do ano passado. Em 8 de março de 2013, devido à revogação da taxa do Instituto de Assistência Social do Paraná – Iasp (2%) e a inclusão da taxa de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura (0,25%), as tarifas do sistema rodoviário sofreram uma redução média de 1,84% e o sistema metropolitano, um acréscimo de 0,25%.