Dados do Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região apontam que houve, em 2012, um crescimento de 120% nos ataques a caixas e bancos no Paraná em comparação a 2011. As Gangues da Dinamite e do Maçarico atacaram 181 caixas eletrônicos no Paraná no ano passado, já em 2011 98 casos foram verificados. Também foram registrados 34 assaltos ou tentativas às agências bancárias.

Ainda segundo os dados no ano passado foram registradas duas mortes, 18 casos de “Saidinha de Banco” e três assaltos a carros-forte. Em entrevista ao Jornal Metro Curitiba João Soares, presidente do sindicato dos vigilantes, mostrou preocupação com os dados. “Falta fiscalização no transporte dos explosivos e assusta o armamento pesado usado pelos marginais”, disse ele.

A preocupação também toma conta do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região. O presidente Otávio Dias disse que projetos de segurança foram enviados à Câmara Municipal e até agora nada. “Estamos esperando uma resposta até hoje”, disse.

Resumo do levantamento do sindicato dos vigilantes:

105 caixas eletrônicos explodidos
76 caixas eletrônico arrombados
34 assaltos e tentativas de assaltos a bancos
18 saidinhas de banco
3 assaltos a carros-fortes
2 mortes