Por Marina Sequinel e Marco Piza

Os moradores do bairro Seminário, em Curitiba, não aguentam mais o matagal que tomou conta dos arredores do Colégio Estadual Nilson Baptista Ribas. Segundo eles, a “floresta” e a grande quantidade de lixo aumentou o número de ratos e o risco de disseminação de doenças no local. A escola está localizada na rua Jaime Veiga.

“Não dá mais nem para passar por ali, é impossível. O ponto de ônibus da linha Jardim Los Angeles/Seminário está fedendo. Tem de tudo aqui, rato, lixo, sujeira. É perigoso até pegar leptospirose, dengue ou outro tipo de doença”, reclamou a moradora Maria Aparecida em entrevista à Banda nesta quinta-feira (8).

Segundo ela, os populares já reclamaram diversas vezes para a Prefeitura, mas nada foi feito até agora. Em nota, o órgão informou que vai colocar a roçada dos terrenos na programação da equipe da Regional Santa Felicidade. A previsão é que a limpeza da área deve ser feita até o fim da semana que vem.