Para ampliar o acesso da população paranaense ao acervo de Guilherme Glück (1893-1982), um dos mais importantes fotógrafos do sul do Brasil, o Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR) selecionou parte da coleção de cerca de 30 mil negativos para compor a exposição “Memória e Imagem nas Lentes de Guilherme Glück”. A mostra faz parte do programa Museus Paraná da Secretaria de Estado da Cultura e circulou por diversos municípios paranaenses no ano passado, e começa na segunda-feira (6), em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. A abertura será às 18h, na Casa de Cultura, com visita guiada de Éderson Prestes Santos, curador da mostra. A entrada é grátis.

Um dos tesouros iconográficos da cultura paranaense, a significativa coleção de Glück foi adquirida em 1974 pelo MIS-PR, o que garantiu a salvaguarda de uma das maiores coleções mundiais de negativos em chapas de vidro atribuídas a um único autor. Pela qualidade técnica e artística, riqueza temática e relevância cultural, a obra apresenta um rico painel do cotidiano paranaense nas décadas de 1920 a 1960.

Com olhar atento e sensível, suas lentes registraram cenas da vida urbana de comunidades, como casas, ruas, famílias, arquitetura, eventos escolares, desfiles patrióticos, registrados especialmente na Lapa, cidade histórica onde viveu de 1917 até sua morte, em 1982. A exposição fica em cartaz até 27 de junho. Em paralelo, técnicos da Coordenação Estadual de Museus da Secretaria de Estado da Cultura irão realizar treinamento para monitores de museus.