Redação

Frankielen tinha 21 anos e estava grávida de gêmeos. Ela deixou uma filha de dois anos. Foto: Reprodução Facebook

A jovem Frankielen Zampoli, 21 anos, teve um grave Acidente Vascular Cerebral (AVC) e foi mantida viva por 123 dias para que a gestação de gêmeos fosse concluída. Ela ficou internada no Hospital do Rocio, em Campo Largo, e toda equipe médica estava envolvida no caso. Ela faleceu no dia da cesárea, na segunda-feira (20). Os bebês estão bem, mas precisam de cuidados por serem prematuros. Ana Vitória nasceu com um 1,4 kg e o irmão Azaphi pesa 1,3 kg.

A descoberta do AVC aconteceu quando a jovem tinha apenas dois meses de gestação. Logo, foi internada e teve morte cerebral. a decisão de mantê-la viva para salvar os bebês partiu dos médicos e apoiada pela família, que autorizou a doações de órgãos após a cirurgia da cesárea.

O acompanhamento no hospital para que os bebês continuassem crescendo saudáveis era feita 24 horas por dia, por todo corpo clínico. A família auxiliava no processo de afeto, com carícias e conversas com o bebê, principalmente o pai das crianças e marido de Frankielen, Muriel Padilha. O casal já tinha uma menina de dois anos.

O corpo da jovem foi liberado do hospital na madrugada desta quarta-feira (22). O velório e o enterro acontecem em Contenda, origem da mulher e de sua família. Frankielen também deixou uma filha de quase dois anos. O velório e o enterro acontecem em Contenda, origem da mulher e de sua família.