Da Redação

protestoOs moradores da Favela da Portelinha, no bairro Santa Quitéria, bloquearam as ruas para pedir ajuda às autoridades. (Foto: Danaê Bubalo – Banda B)

Após manifestações dos moradores das comunidades Portelinha e Nova Santa Quitéria, a Prefeitura Municipal de Curitiba realizou uma reunião com representantes dos moradores na tarde desta quinta-feira (13). A partir do encontro, ficou definida a realização de um mapeamento das áreas e cadastro das famílias pela equipe da Companhia de Habitação (Cohab) da capital a partir da próxima terça (18).

A previsão é que o trabalho seja concluído em quatro dias. O objetivo do cadastro é coletar informações para a inclusão das famílias em futuros projetos de reassentamento da Cohab.

Para atendimento às reivindicações mais imediatas das duas comunidades – instalação das redes de água e de luz – a Cohab comprometeu-se a marcar reunião nos próximos 15 dias com representantes das concessionárias Copel e Sanepar para discussão do assunto.

Participaram da reunião o presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues, e o administrador regional do Portão, Marco Aurélio Lima de Mello, técnicos da Cohab e da Fundação de Ação Social (FAS).

Notícia relacionada

Moradores da comunidade Portelinha bloqueiam rua para pedir ajuda após morte de garoto em incêndio