Da Reuters

Michael Schumacher deixou o hospital para continuar sua recuperação em casa, mas o ex-piloto sete vezes campeão de Fórmula 1 ainda deve enfrentar “uma longa e difícil estrada adiante” após sofrer um acidente de esqui no ano passado, disse um comunicado nesta terça-feira.

schmacher

(Foto: Reuters)

“Daqui em diante, a reabilitação de Michael vai ser feita em sua casa. Considerando as graves lesões sofridas por ele, houve algum progresso nas últimas semanas e meses”, disse o breve comunicado, emitido por sua empresária, Sabine Kehm.

“Há ainda, no entanto, uma longa e difícil estrada adiante”, diz o texto. Um porta-voz do hospital universitário de Lausane confirmou que o ex-piloto alemão de 45 anos deixou o local.

Schumacher sofreu uma grave lesão na cabeça em um acidente de esqui nos Alpes Franceses no fim de dezembro e foi transferido para Lausane, na Suíça, em junho, após sair do coma. Ele foi submetido a estímulos dos sentidos em uma área ao ar livre do hospital escondida da visão de curiosos.