Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

Fotos: Juliano Cunha – Banda B

Um grupo de aproximadamente 200 estudantes promoveu um protesto pacífico pelas ruas de Curitiba na noite desta sexta-feira (28) depois de discutir o atual quadro político do Brasil. Sentados na escadaria da Universidade Federal do Paraná, eles resolveram mostrar sua insatisfação em marcha pela cidade, seguiram pela Boca Maldita e encerraram seu manifesto na frente do Palácio Iguaçu. Entre as reivindicações, os manifestantes pediam a reforma política e a saída de Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado.

De acordo com o estudante de Fisioterapia Marcelo, o grupo estava em paz e surgiu de uma conversa. “Eles roubam a gente descaradamente e hoje o nosso protesto é contra os absurdos da política e a intensa corrupção”, disse.

Desta vez, por precaução, a Polícia Militar formou um cordão de isolamento que impedia a aproximação dos manifestantes em direção ao Palácio Iguaçu. O Tenente Coronel Rocha, do 12° Batalhão, disse que aproximadamente 70 policiais participaram da ação preventiva, e que cada manifesto terá uma forma de atuação.

“A nossa expectativa é que o protesto ocorresse de maneira tranquila, baderna a gente não tolera, mas todo o vandalismo será reprimido com rigor. A nossa postura hoje de montar um cordão de isolamento foi devido ao que aconteceu no último dia 21, mas nada de mais grave ocorreu hoje”, concluiu.

Uma nova manifestação está marcada para as 10h deste sábado (29) e até às 8h20 da manhã, 4251 pessoas haviam confirmado presença no Facebook.