O volume de vendas do comércio varejista subiu em 16 dos 27 estados em fevereiro, ante o mesmo mês do ano anterior, divulgou hoje (11) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Pesquisa Mensal do Comércio. O índice nacional, no entanto, caiu 0,2% na comparação com janeiro.O desempenho do Paraná foi o melhor entre os estados do Sul e do Sudeste. Tal performance esteve ancorada em veículos, motocicletas, partes e peças (13,4%), artigos farmacêuticos e de perfumaria (10,2%), material de construção (9,4%), artigos de uso pessoal e doméstico (7,4) e combustíveis e lubrificantes (5,4%).

Mato Grosso do Sul foi o estado que teve a maior alta, 10,3%, seguido por Rondônia (7,2%), pelo Acre (4,7%), Rio Grande do Norte (3,8%) e por Mato Grosso (3%). Em 12 meses, o comércio varejista sul-mato-grossense já acumula alta de 16,3%. Os piores resultados foram registrados na Bahia (-4,9%), no Piauí (-3,9%) e em Alagoas (-2,3%).

Nos primeiros dois meses do ano, comparados ao primeiro bimestre de 2012, apenas o Piauí acumula queda, de 1,2%. Já nos últimos doze meses, nenhum estado caiu na comparação com o mesmo período do ano anterior.

No varejo ampliado, que inclui a venda de veículos e materiais de construção, 19 estados tiveram aumento das vendas. As maiores altas foram do Acre (11,7%), de Mato Grosso do Sul (9,2%), Roraima (8,6%), do Amapá (7,2%) e Rio Grande do Norte (6,1%). Apesar disso, pesaram mais para o resultado global os índices de São Paulo (1,8%), do Paraná (5,6%), Rio Grande do Sul (3,4%), de Goiás (5,6%) e Mato Grosso do Sul (9,2%).