Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento

rua-sitio-do-matoA alta velocidade dos caminhões preocupa os moradores. (Foto: Bruno Pedroso – Banda B)

Moradores do distrito de Bateias, em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, pedem a atenção das autoridades para as condições da Rua Sítio do Mato. Segundo eles, como no fim da estrada há uma pedreira, os caminhões passam em alta velocidade no local e não respeitam os pedestres.

Além disso, a população reclama também da falta de pavimentação da rua. “Nós estamos abandonados aqui. Os caminhoneiros passam correndo, atrapalhando todo mundo. Como se não bastasse, quando chove é lama e, quando tem sol, eles fazem os pedestres comerem poeira, não importa se é homem, mulher ou criança”, explicou Bruno Pedroso, um dos moradores da região, em entrevista à Banda B nesta segunda-feira (3).

Segundo ele, a Prefeitura de Campo Largo já foi procurada várias vezes, mas, até agora, nada de concreto foi feito. “Nós já acionamos até o Ministério Público, já que estamos sozinho nessa”, completou Pedroso.

Resposta

De acordo com o secretário municipal de Viação e Obras da cidade, Luiz Cecato, a secretaria faz a conservação primária da estrada periodicamente, com a realização do trabalho de ensaibramento e a passagem de máquinas no local.

O secretario ainda comentou que um projeto precisa ser elaborado para que o local receba algum tipo de pavimentação asfáltica.

Sobre a lombada e todo tipo de sinalização na rua, o pedido deve ser encaminhado ao Deptran. O órgão vai até a estrada e atesta a necessidade ou não da obra, bem como realizar a sinalização vertical na rua.