Os restaurantes de Santa Felicidade estavam tomados neste domingo de Dia das Mães e quem queria chegar até eles precisava de muita paciência. A fila na Av. Manoel Ribas sentido bairro, por exemplo, começava no bairro Cascatinha, no trecho de pista dupla. Por volta das 14h, quem buscava um lugar em um restaurante ainda enfrentava fila de carros.

“Está difícil, mas hoje é um dia especial então vale todo o esforço”, disse o jovem Matias Camargo, de 20 anos. “Se ele não tivesse ido para a balada nós chegávamos antes e já estaríamos almoçando. Mas amor de mãe é incondicional, fazer o que”, brincou a mãe de Matias, dona Salete Camargo.

Outros restaurantes tradicionais nos bairros Batel e Uberaba também contavam com uma intenção movimentação neste domingo. Afinal, pelo menos hoje elas não merecem ter que cozinhar.