Por Luiz Henrique de Oliveira e Danaê Bubalo

Motoristas e cobradores de Curitiba e região metropolitana mantêm o indicativo de greve, aberto na última quarta-feira (21). Segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região (Sindimoc), até por volta das 7h desta sexta-feira (23) ainda faltavam duas empresas de ônibus depositarem o vale aos trabalhadores.

bandab

Paralisação pode acontecer na segunda-feira (Foto: Arquivo Banda B)

“Falta parte da Araucária e uma pequena parte da Redentor. Já a Sorriso e a Tamandaré pagaram o que deviam. A expectativa é que isso aconteça ainda hoje, vamos aguardar”, descreveu à Banda B o vice-presidente Dino César.

Apesar do indicativo de 72 horas, o sindicalista descartou uma greve no fim de semana. “O que eu posso garantir é que, devido ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), não acontecerá nenhuma manifestação no fim de semana por parte do Sindimoc”, afirmou.

Ainda de acordo com César, se o pagamento não cair até amanhã a paralisação pode acontecer na segunda-feira. “Vamos aguardar e definir o que será feito. Esperamos que tudo seja solucionado sem a necessidade da paralisação”, concluiu.

Ontem, por meio de nota, o Sindicato das Empresas de Ônibus (Setransp) afirmou que o pagamento por parte das empresas acontecerá em 100% até o fim desta sexta-feira.