Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) está convocando os trabalhadores para uma assembleia geral, que acontecerá a partir das 8h30 desta terça (10), em frente ao Palácio Iguaçu, no bairro Centro Cívico, em Curitiba. No encontro, a tendência é que a categoria vote pela adesão à greve geral dos servidores públicos, motivada pelo ‘pacotaço’ definido pelo governador Beto Richa (PSDB).

O presidente do Sindarspen, Antoni Jonhson, lamentou que a greve tenha que acontecer. “Infelizmente esse pacote de maldades atinge em cheio os agentes penitenciários. O mais grave é que não houve nenhuma discussão com os trabalhadores. Ele (Richa) tem mais quatro anos para governar e quer mandar isso em regime de urgência”, reclamou.

Jonhson ainda acredita que o governador retire o ‘pacotaço’ de pauta. “Esperamos que ele tenha bom senso. Não vamos admitir que essas mudanças aconteçam. O ano passado foi muito difícil para os agentes e não queremos essas mudanças”, concluiu.

A implementação do ‘pacotaço’, que suprime uma série de benefícios dos servidores como o quinquênio,  depende da aprovação dos deputados estaduais, em votação que acontecerá na sessão desta segunda-feira (9) na Alep.

Notícias Relacionadas:

Irritados com medidas de Richa, servidores falam em greve geral no Estado

Governo Richa anuncia medidas para reduzir gastos que afetam em cheio os servidores estaduais