Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

Os agentes penitenciários do Paraná decidiram entrar em greve a partir da próxima terça-feira (15). A decisão aconteceu na tarde desta segunda-feira em assembleia realizada às 15h, na Praça Nossa Senhora da Salete, em frente ao Palácio do Governo do Paraná. De acordo com a categoria, as negociações entre os trabalhadores e o governo não avançaram.

“Todos os trabalhos serão prejudicados. Só vamos entregar a alimentação aos presos, que é de direito, mas não haverá atendimento médico, psicológico, advogados, não haverá banho de sol”, explicou afirmou Antoni Johnson, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários à Banda B.. A intenção dos agentes em deflagrar a greve daqui a duas semanas é para tentar novas negociações com o governo.

Os trabalhadores pedem reajuste de 23% nas gratificações, porte de arma, abertura de um concurso público, aposentadoria especial, dentre outras melhorias. “Hoje é o último dia do mês em que serão apresentadas as propostas do Governo. São várias questões a serem debatidas e caso eles apresentem uma negativa a assembleia geral irá definir a greve”, finalizou o presidente.