As agências do Banco do Brasil não abrem nesta terça-feira (30) em todo o país. Em Curitiba e região metropolitana os bancários também decidiram, em assembleia na semana passada, paralisar as atividades. Por isso, hoje é o último dia útil do mês para aqueles que precisam efetuar pagamentos de impostos e outros boletos especificamente do Banco do Brasil. Até o último boletim oficial da Receita Federal, 400 mil contribuintes paranaenses ainda não tinham acertado as contas referentes ao imposto de renda. Esta paralisação dos bancários pode afetar os trâmites da receita, já que o Banco do Brasil é o um dos maiores arrecadadores.

De acordo com o Sindicato dos Bancários, o objetivo é protestar contra o novo Plano de Funções Gratificadas e de Confiança implementado no início deste ano pela diretoria do banco. O presidente Sindicato, André Machado, disse que esta medida tomada pelo banco trouxe uma série de perdas aos trabalhadores. “Os clientes não sabem deste projeto que existe para baratear o trabalho bancário e tirar os direitos dos trabalhadores. É isto que queremos mostrar”, afirmou Machado.

Entre os projetos está o novo plano de funções, que, de acordo com o sindicato, prejudica os trabalhadores. “Acontece uma redução na jornada de trabalho que é direito adquirido, mas ao mesmo tempo ele sofre uma redução de 16% no salário. Qual trabalhador que quer ter uma redução desta maneira?”, questionou o presidente do sindicado.

Por fim, Machado não descartou novas manifestações. “Na terça-feira iremos parar por 24 horas esperando uma resposta da diretoria do banco. Se isto não acontecer, certamente outras medidas serão tomadas pela categoria”, afirmou.

Orientação Procon

Em razão do anúncio de paralisação dos funcionários do Banco do Brasil, que deverá ocorrer nesta terça-feira (30), o Procon-PR orienta que nenhum prejuízo pode ser imposto ao consumidor.

De acordo com Claudia Silvano, diretora do órgão, questões entre empregados e empregadores não devem prejudicar os consumidores.O órgão de defesa de consumidor orienta ainda que se alguém tiver qualquer prejuízo deve formalizar reclamação no Procon-PR.

É importante lembrar que existem opções para realização de algumas transações como pagamentos, por exemplo, que podem ser feitos pela internet, lotéricas, farmácias, mercados ou outros.